VT Science - шаблон joomla Mp3
  mepes@mepes.org.br
  (28) 3536-1151

links

Projeto de um dos sócios fundadores do MEPES venceu o prêmio Biguá 2018

O produtor rural João Baptista Martins de Rio Novo do Sul venceu o prêmio Biguá 2018 na categoria produtor rural com o Projeto “Bosque que fala”. O projeto tem mais de 80 anos e passa de geração em geração. Uma área degradada foi recuperada na localidade de Cachoeirinha, com recursos próprios. João Matrins atualmente trabalha com o incentivo ao reflorestamento e doação de mudas.

O pai de João começou o projeto e ele deu continuidade, já são 80 anos de conservação. Dos 20 hectares da propriedade, cinco são de floresta. O projeto é auto sustentável e as ações tem contribuído para que outras pessoas e entidades adotem os mesmos princípios agroecológicos.

“Já tem outros produtores que também já estão procurando e eu acredito que esse prêmio biguá vai estimular também a outros produtores de preservar também áreas de preservação permanente. Eu acredito que esta premiação não é só para mim, ela também vai servir para tantos outros que me destinam. As pessoas as vezes não dão tando valor e eu tenho certeza que outros virão e vão adequar uma área de preservação”, contou senhor João.

Na propriedade hoje tem uma nascente que jorra água e suporta longos períodos de estiagem, mas aqui onde hoje brota água, há 40 anos secou.

João Baptista Martins e o MEPES


João Martins é filho de pequenos agricultores, nascido e criado na comunidade de Cachoerinha, município de Rio Novo do Sul.

Em 1964 João Martins teve o primeiro contato com Pe. Umberto Pietrogrande. Indo a cavalo para reunião da Câmara Municipal passou por uma pessoa dirigindo um jipe e este o parou e perguntou, falando um “português enrolado”, que precisava ir na casa de João Martins, e ele o respondeu “sou eu”, e o motorista disse, eu sou Pe. Humberto, numa reunião dos padres em Anchieta, o Pe. João Confalonieri indicou seu nome como líder do interior.

A inserção de João Martins no MEPES aconteceu progressivamente, tanto que na fundação do movimento, ele foi um dos 44 sócios fundadores.

Assista abaixo o vídeo do projeto que venceu o prêmio:

bosque que fala

Créditos: Prêmio Biguá de Sustentabilidade / MEPES a Longa Caminhada - Livro de Sérgio Zamberlan